O controle de acessos, muito mais do que um mecanismo para identificar, permitir ou negar acesso de pessoas a determinados ambientes (salas, repartições, seções de uma empresa), poderia ser mais bem definido como uma ferramenta para a gestão inteligente de espaços.

Dentro dessa perspectiva, podemos pensar essa área em dois campos distintos: o controle de acesso físico e o lógico.

O primeiro refere-se a um meio de segurança de locais físicos, em que há utilização de tecnologias como sistemas de cartões de acesso, identificação pela íris do olho, biometria, entre outros.

Já o segundo diz respeito às formas de prover segurança da informação, de permitir ou negar a usuários o acesso a um sistema, definindo limites para sua atuação nesse sistema e provendo meios de auditar os processos que esse usuário realizou no mesmo ambiente virtual.

Dessa forma, percebe-se que a tecnologia é o principal fator para a promoção da segurança de ambientes físicos e virtuais por meio do controle de acessos. Vejamos aqui algumas medidas tecnológicas para essa finalidade.

Cadastro de entradas via software

Para portarias de condomínios, clubes e áreas privativas, o cadastro de entradas via software é uma excelente opção para a gestão inteligente desses espaços.

Soluções em software nesse campo possibilitam a montagem de um banco de dados com informações cadastrais detalhadas dos usuários, tudo isso de forma integrada com sensor biométrico ou outros hardwares para identificação.

Nesse banco de dados gerado pelo software poderão ser elencados diferentes tipos de cadastros, discriminando categorias de acesso tais como visitantes, moradores, profissionais, entre outros, atribuindo diferentes tipos de permissão a cada um deles.

Além disso, por meio do software é possível monitorar dados como a data do acesso realizado e o tempo de permanência do usuário.

Outro recurso muito utilizado pelo gerenciamento por software são os cartões e crachás com códigos de barras gerados e reconhecidos pelo programa. O software de gestão eficiente deve oferecer compatibilidade total com esses recursos.

Instalação de catracas para controle de acessos

Com as catracas eletrônicas, é possível registrar eficientemente o acesso físico de pessoas a ambientes como condomínios e empresas. As informações geradas pela catraca, no software, podem servir para a criação de um banco de dados no qual torna-se possível o rastreamento e identificação do acesso de pessoas que estejam ou que um dia estiveram no local, o que otimiza a segurança.

As catracas podem trabalhar de maneira integrada com mecanismos de reconhecimento como cartão de proximidade, acesso biométrico ou com seu smartphone. Dessa forma, tornam-se itens indispensáveis para o sistema de controle de acessos em uma área privativa.

Instalação de sistemas de segurança

A instalação de sistemas de segurança eletrônica nos condomínios agrega valor aos imóveis que o compõem, especialmente nas grandes metrópoles brasileiras, onde a segurança eletrônica tem sido um forte recurso para impedir a ação de criminosos.

Um sistema completo de segurança que abranja eficientemente uma determinada área deverá contar também com a integração de mecanismos de monitoração como as câmeras e as guaritas de vigilância. Nesse caso, uma equipe de vigilantes treinados se fará necessária. Só assim, é possível promover a segurança completa no controle de entrada de pessoas e de veículos.

Para isso, Câmeras IP monitorando o perímetro e transmitindo os dados para a nuvem para acesso remoto são um excelente investimento. Com elas, torna-se possível, além da captura de imagens de pessoas, o registro de placas dos veículos que acessam o local.

Gostou dessas informações fresquinhas sobre controle de acessos, então siga-nos em nossas redes sociais: estamos no Facebook e no LinkedIn!