Como você faz o controle de estoque de sua empresa? Nos dias de hoje, já é possível melhorar o gerenciamento do seu estoque com diversas ferramentas tecnológicas para essa finalidade.

Com o uso de sistemas informatizados para gerir seu estoque você diminui consideravelmente a incidência de erros. As tradicionais planilhas comumente ocasionam equívocos nos cálculos, oferecendo dados nem sempre confiáveis sobre a entrada e saída de produtos.

Na prática, isso se reverte em resultados negativos em sua gestão e no seu atendimento ao público, sendo essencial estar a par de todas as atualizações no que se refere à quantidade de produtos para atender eficientemente a sua demanda.

Neste post, listaremos algumas tecnologias que têm fundamental importância na otimização deste importante processo interno de seu negócio: a gestão de estoque. Confira!

1. ERP

Enterprise Resource Planning ou, em bom português, Sistema de Gestão Empresarial, é o software corporativo que visa integrar processos e gerenciar dados de uma empresa. Por meio desse recurso, é possível mensurar em tempo real cada detalhe operacional de seu negócio, e isso garante, na lida diária com o estoque, especialmente, mais agilidade e eficiência no gerenciamento dos produtos.

Inclusive, há empresas que oferecem módulos ERP exclusivamente desenvolvidos para gestão de estoque. Esses módulos trabalham com banco de dados sobre quantidades necessárias de cada item para que a demanda seja sempre suprida, evitando tanto a falta de produtos quanto as sobras e desperdícios.

Dessa forma, informações referentes ao histórico de saída de determinado produto, questões de sazonalidade, entre outros indicadores gerados pelo software ajudam tanto no gerenciamento de seu estoque quanto no planejamento estratégico de seu negócio.

Além disso, processos de conferência, inventário e até mesmo de auditoria beneficiam-se bastante de um ERP, pois a análise contínua da movimentação e do fluxo de mercadorias que esse tipo de software assegura resguardará sua empresa de perdas e desvios.

2. SRM

SRM significa, traduzindo do inglês, Gestão de Relacionamento com Fornecedores. Esse sistema pega no nervo da questão da gestão de estoque, pois dá conta do gerenciamento da relação com fornecedores de produtos/serviços e matérias-primas. Por isso, sua importância é elementar como ferramenta de controle para seu estoque.

Um bom sistema de gestão SRM otimiza cada detalhe na sua relação com fornecedores, categorizando-os por área (matéria-prima, serviços de manutenção, etc.) e por performance (qualidade, pontualidade de entrega e preço), gerando dados precisos para análise e tomada de decisão.

3. Código de Barras

Código de barras ainda é o principal meio para identificação eficiente dos itens de seu estoque. Por meio dele, é possível gerar dados sobre o produto que poderão ser analisados por diversas empresas na cadeia comercial, revelando detalhes dos lotes e sua rotatividade no mercado.

Ter acesso eletrônico às informações detalhadas sobre produtos em seu estoque por meio de código de barras ajuda a diminuir custos logísticos. Isso porque com o código de barras você usa um dispositivo coletor de dados para efetuar a contagem, informatizando e automatizando o processo que outrora era realizado por meio de planilhas de papel e trabalho manual na descrição dos itens.

E você, gestor, gostou destas dicas exclusivas para otimizar o controle de estoque em sua empresa? Tem algo a acrescentar às informações aqui apresentadas? Então não se esqueça de deixar o seu comentário abaixo, compartilhando conosco e com nossos leitores a sua opinião sobre o tema.